terça-feira, 11 de setembro de 2012

Lágrimas ao anoitecer


Como você pode me deixar e me pedir pra esquecê-lo se sabe que eu não posso?
Será que tudo que me disse era mentira? Já nem sei o que pensar.
Quando você partiu e deixou em mim, a dor. Eu só tive a mim mesma. Ninguém estava ali pra me abraçar ou consolar.
  Tentei de todas as formas convencê-lo a ficar. Mas você sequer me ouviu. Por isso, estou aqui. Pra te fazer entender que sem você, não sei viver.

De que serve o céu, o mar, as estrelas e a lua se eu não posso te amar?
De que me adianta ter o mundo aos meus pés e viver sem teu amor?
A cada amanhecer, eu me encho de esperanças que sempre terminam em lágrimas ao anoitecer.

Não me peça pra esquecer porque nada nesse mundo vai apagar esse amor.
Não importa quanto tempo passe. Sinto que esse sentimento vai permanecer em mim pra sempre.

Desde que você partiu, sonho com o dia em que irá voltar pela mesma porta em que saiu.
Não desisto desse amor porque é tudo que sonhei.

Autora: Giovanna Lynn

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

 

Cântico de Aurora. Design By: SkinCorner