terça-feira, 11 de setembro de 2012

Siga seu caminho


Tente entender que nossa história é um assunto encerrado.
Não há mais nada a falar. Não há motivos pra estarmos juntos.
Tudo que restou foram cinzas de uma paixão que se consumiu.

Quando olho em seus olhos não vejo mais aquele brilho.
Já não sinto a doçura de suas palavras.
Sua companhia não me faz bem.
Eu sei que o amor esfriou. Só você não percebe ou se nega a enxergar a verdade.

Sempre que precisar de uma amiga, sabe onde me encontrar.
Conte sempre comigo. Mas apenas como amiga.

Autora: Giovanna Lynn

O amor machuca


Já não há palavras para descreveream o que estou sentindo.
Eu me deixei levar pelo seu olhar e me apaixonei.
Sem perceber, me condenei a um amor eterno.
Não foi você quem me ensinou que o amor move montanhas?
Agora que chegou ao fim, me diga...
O que vai ser de mim?

Por que você nunca me ensinou que o amor é lindo mas machuca?
Por que você disse para sempre se ia ter um fim?
Se eu soubesse que o amor machuca não teria te entregado o meu coração.

Eu tento te esquecer, te apagar de mim. Embora tente, sei que é inútil.
Os dias passam e você não volta. Por que não volta?

Não há nada que me faça esquecer o que vivemos juntos.
Tento controlar o pensamento e mantê-lo preso a qualquer outra coisa. Mas você me persegue, e quando tento fugir, fico louca pra te ver.

Autora: Giovanna Lynn

As noites não passam


Queria estar sempre ao seu lado, mesmo sabendo que um momento não é tudo.
Mas, de certa forma, estamos juntos porque eu te levo em meu coração.
É só olhar pro céu pra me lembrar de seus olhos azuis.
É difícil pra mim, não pensar em você e ter de esconder o que sinto.

As noites não passam.
O tempo parou.
Tudo está vazio sem você.
Por que não compreende que você é a minha vida e o ar que eu respiro.
Sem você, eu não sou nada.
Sem você, eu não existo.

As lembranças me machucam. Não que esse amor me faça mal. É que eu te amo demais.
Queria ao menos um minuto ao seu lado. Mesmo sabendo que um momento não é tudo.

Me diz, como apagar as lembranças?
Me diz, como voltar a sorrir? Se quando eu fecho os meus olhos, sem querer me lembro dos beijos e abraços que trocamos?

Autora: Giovanna Lynn

Lágrimas ao anoitecer


Como você pode me deixar e me pedir pra esquecê-lo se sabe que eu não posso?
Será que tudo que me disse era mentira? Já nem sei o que pensar.
Quando você partiu e deixou em mim, a dor. Eu só tive a mim mesma. Ninguém estava ali pra me abraçar ou consolar.
  Tentei de todas as formas convencê-lo a ficar. Mas você sequer me ouviu. Por isso, estou aqui. Pra te fazer entender que sem você, não sei viver.

De que serve o céu, o mar, as estrelas e a lua se eu não posso te amar?
De que me adianta ter o mundo aos meus pés e viver sem teu amor?
A cada amanhecer, eu me encho de esperanças que sempre terminam em lágrimas ao anoitecer.

Não me peça pra esquecer porque nada nesse mundo vai apagar esse amor.
Não importa quanto tempo passe. Sinto que esse sentimento vai permanecer em mim pra sempre.

Desde que você partiu, sonho com o dia em que irá voltar pela mesma porta em que saiu.
Não desisto desse amor porque é tudo que sonhei.

Autora: Giovanna Lynn

Espaços em branco


Sei que o melhor a fazer é desistir desse amor.
Mas quando me lembro de você, percebo que não posso te esquecer.
Porque sem você fico incompleta. Não tem sentido viver sem você.

Mesmo se eu perdesse a memória, sonharia com você todas as noites porque você é inesquecível.
Mesmo se meu coração deixasse de bater, ainda sangraria por você. Sempre haveria em minha alma espaços em branco que somente você poderia preencher. Podem passar mil anos mas meu amor vai permanecer pra sempre porque é imortal, sem fim.

Não adianta provar outros lábios. São frios e machucam.
Só de me imaginar em outros braços, sinto meu estômago embrulhar.
O sol não brilha como antes. O tempo parece infinito e aqui dentro do meu coração, há uma tempestade que não quer passar.

Há uma ferida em mim que sangra dia e noite e não quer cicatrizar.
Somente você pode me curar. Volte pra mim, por favor? Eu preciso do seu amor.

Escrito por: Giovanna Lynn

Intocável anjo


Vê-lo pela primeira vez
foi a visão mais linda do mundo.
Estava perdida na escuridão,
até você aparecer e iluminar o meu caminho.

Você me deu a mão e me tirou do chão.
Me mostrou o verdadeiro amor.
Cobriu-me com suas asas e me protegeu,
intocável anjo que não pode me amar.

Na primeira vez em que te vi,
me perdi em seu olhar e,
sem perceber, me apaixonei.
Se eu soubesse aonde estava me metendo
não teria me rendido ao seu sorriso.

Quanto mais tento fugir,
fico presa a você.
Não consigo te esquecer.
Lutar contra você,
é lutar contra mim mesma.
Não sei o que fiz pra merecer
tal castigo. Até em meus
sonhos te vejo...
intocável anjo que não pode me amar.

Escrito por: Giovanna Lynn, para Freddie, meu eterno amor secreto.

 

Cântico de Aurora. Design By: SkinCorner